Chegam os primeiros Consultórios Farmacêuticos no Metaverso

Chegam os primeiros Consultórios Farmacêuticos no Metaverso

Além do pioneirismo e da qualidade já reconhecida da qualificação oferecida pelo ICTQ – Instituto de Pesquisa e Pós-Graduação para o Mercado Farmacêutico, que detém nota máxima no MEC, uma novidade do Instituto promete causar impacto nos farmas: o primeiro consultório farmacêutico no metaverso!

É fundamental destacar o mindset visionário da Instituição, liderada por seu fundador, Marcus Vinicius de Andrade, que, com essa iniciativa, junto com um grupo de professores do mais alto escalão, se consolida como uma das maiores, mais inovadoras e mais respeitáveis instituições de ensino Farmacêutico do país.

O jornalista da Época Negócios, Mattheus Goto, traduziu bem essa revolução que estamos acompanhando, ainda que timidamente, no que diz respeito à realidade virtual: “Eventos de inovação, desfiles de moda, shows virtuais, produtos para avatares: nos últimos meses, ficou quase impossível não ouvir em algum momento a palavra metaverso. O termo ganhou força em outubro do ano passado, quando Mark Zuckerberg anunciou que o Facebook mudaria de nome para Meta e passaria a focar no desenvolvimento desse novo ambiente virtual”.

Segundo Goto, o metaverso pode ser definido como uma rede de mundos virtuais, que tenta replicar a realidade, com foco na conexão social. Entusiastas da proposta, como Zuckerberg, acreditam que esse é o futuro da internet e que as pessoas interagirão dentro desse universo em breve. A ideia é que as fronteiras entre o físico e o virtual sejam cada vez mais dissolvidas e os avatares de cada indivíduo se tornem uma extensão do corpo.

O primeiro consultório farmacêutico no metaverso, em desenvolvimento pelo ICTQ, vem à tona em um momento muito especial. No último dia 30/6, uma resolução, há muito esperada por farmacêuticos que atuam no cuidado direto à saúde dos pacientes, foi aprovada pelo Plenário do Conselho Federal de Farmácia (CFF), com maioria dos votos dos conselheiros federais presentes.

A nova normativa, que regulamenta a prática da telefarmácia, foi amplamente discutida e tem foco na Farmácia Clínica, não abrangendo atos inerentes à Responsabilidade Técnica do farmacêutico pelo estabelecimento onde atua, que continuam obrigatoriamente presenciais. A regulamentação ainda aguarda publicação no Diário Oficial da União (DOU), o que deve acontecer nas próximas semanas.

Receba nossas notícias por e-mailCadastre aqui seu endereço eletrônico para receber nossas matérias

Para a construção do texto, o CFF, no Art. 2º, diz que “entende-se a Telefarmácia como o exercício da Farmácia Clínica mediado por Tecnologia da Informação e de Comunicação (TIC), de forma remota, em tempo real (síncrona) ou assíncrona, para fins de promoção, proteção, monitoramento, recuperação da saúde, prevenção de doenças e de outros problemas de saúde, bem como para a resolução de problemas da farmacoterapia, para o uso racional de medicamentos e de outras tecnologias em saúde. A Telefarmácia também pode ser utilizada para fins de ensino e pesquisa em saúde”.

Mediado por TIC, de forma remota, em tempo real ou não quer dizer que o metaverso está incluído entre essas muitas possibilidades de fazer telefarmácia. Ainda segundo a resolução, A telefarmácia poderá ser executada nas seguintes modalidades de atendimento:

I)   Teleconsulta farmacêutica;

II)  Teleinterconsulta;

III) Telemonitoramento ou televigilância;

IV) Teleconsultoria.

Segundo a nova resolução, para atuar em telefarmácia os farmacêuticos somente poderão utilizar plataformas ou softwares devidamente registrados no Conselho Regional de Farmácia (CRF) e com representação estabelecida no país. As pessoas jurídicas que disponibilizarão plataformas ou softwares de Telefarmácia, ou que realizem serviços por meio da Telefarmácia, deverão ter representação estabelecida no país, registradas no CRF do Estado onde estão sediadas e com farmacêutico responsável técnico. O consultório farmacêutico do ICTQ no metaverso seguirá todos esses trâmites.

“Todos nós, aqui no ICTQ, estamos muito confiantes e bastante ansiosos em possibilitar aos nossos alunos mais uma experiência única. A inovação faz parte do nosso DNA e compreendemos que precisamos mergulhar fundo nas tendências tecnológicas, cujo principal objetivo, da nossa parte, é o crescimento da profissão farmacêutica e dos alunos. O metaverso já é uma realidade, e oferecê-lo aos nossos farmas significa inseri-los na era digital, no futuro que já começou”, diz Andrade, o fundador do ICTQ.

Ele antecipa que o ambiente virtual em construção será utilizado para aulas práticas da Pós-Graduação em Farmácia Clínica e para as disciplinas da Pós-Graduação em Telefarmácia e Farmácia Clínica no Metaverso, outra novidade do ICTQ para a nação farmacêutica.

“Quem conhece a trajetória do ICTQ sabe o quanto somos antenados para elevar o conhecimento dos nossos alunos, e a Pós-Graduação em Telefarmácia e Farmácia Clínica no Metaverso, condiz com esse novo momento que estamos vivendo, ofertando conhecimento daquilo que está acontecendo agora e que o farmacêutico precisa saber para se tornar ainda maior. Trata-se de um curso novo, totalmente disruptivo, que ensinará aos farmacêuticos a utilizar a telefarmácia em todos os dispositivos e softwares possíveis”, fala Andrade.

Segundo a Forbes, com a chegada da Meta, veio também o maior interesse pelo metaverso, que busca trazer a realidade para o mundo virtual, permitindo criar e realizar infinitas possibilidades. Juntamente com a popularização do termo vem também o interesse das marcas de diferentes nichos. Entre as que já desenvolveram ações dentro de metaversos estão: Amazon, Nike, Ralph Lauren, Itaú, Vans, Fortnite, Gucci, Balenciaga, Burberry, Stella Artois e Lojas Renner.

Pensa que acabou? As novidades do ICTQ não param. Além do consultório farmacêutico no metaverso e de uma pós-graduação dedicada, um campus universitário em ambiente digital também faz parte do empenho da instituição em oferecer o que há de mais atual para seus alunos. A tecnologia será lançada no ICTQ Station 2022, um dos principais eventos de experiência, entretenimento e conteúdo do universo farmacêutico e, claro, agenda prioritária de farmacêuticos e estudantes de Farmácia de todo o país. O ICTQ Station 2022 acontecerá em 22 de outubro, no WTC Events Center, em São Paulo (SP). Mais informações e ingressos AQUI.

“O metaverso já existe há muito tempo, não é um conceito novo e, certamente, as farmácias precisarão se adequar para utilizar esse incrível recurso de relacionamento com as pessoas, porque muito mais que qualquer tipo de qualidade, o relacionamento pessoal é muito importante. As pessoas estão acostumadas a se relacionar por meio do Zoom, que é uma experiência bacana, mas não é tão imersiva quanto a que o metaverso proporciona. Um atendimento clínico farmacêutico pelo metaverso será muito mais próximo do cliente do que uma relação de tela como a que o Zoom proporciona. Vamos poder estar quase que ao mesmo tempo, só que no metaverso, com o paciente à frente, tendo muito mais possibilidades de percepções de anamnese, inclusive”, destaca o farmacêutico, empresário e professor do ICTQ, Eduardo Abreu.

ICTQ Station 2019 147

Abreu, que será um dos professores da nova Pós-Graduação em Telefarmácia e Farmácia Clínica no Metaverso do ICTQ, também está construindo a sua farmácia, com consultório farmacêutico no metaverso, cujo lançamento deve acontecer nos próximos dias. Sua expectativa é já começar a atender seus pacientes, que hoje são atendidos por Zoom e WhatsApp, por exemplo, gerando a eles muito mais qualidade. O professor também espera que sua iniciativa estimule outros colegas para que também sigam esse caminho de proporcionar algo moderno aos seus pacientes.

“Não acredito que os pacientes irão estranhar essa nova realidade. Acredito que poucos, agora em 2022, terão a capacidade de óculos de realidade virtual para ter a experiência imersiva.  Contudo, muitas pessoas já estão acostumadas com situações semelhantes, como o mundo Roblox – plataforma de jogos. Muitas pessoas têm filhos que já estão no metavero, que brincam ali, por isso já estão acostumadas a esse modelo. Ao invés de estranhar, as pessoas irão se surpreender com a experiencia do atendimento clínico farmacêutico pelo metaverso”, garante Abreu.

Para o professor, o metaverso na farmácia, como na saúde em geral, é um caminho sem volta e trará um nível de qualidade e atendimento muito melhor. Abreu acredita que o metaverso na farmácia se iniciará pela parte clínica, que é justamente onde ele está apostando suas fichas. Posteriormente, com mudanças de resoluções e leis brasileiras, ele pensa ser muito possível que se comece a atender em balcão de farmácia pelo metaverso. Essas adaptações legais, Abreu acredita acontecerem em até dois anos.

“Eu avalio que as dimensões ainda são surreais, não temos a real noção do tamanho dos mundos possíveis de serem criados no metaverso, mas sabemos que quase todo mundo tem celular, as pessoas já têm capacidade de estar online, de ser atendidas com experiências diferentes, e eu tenho certeza que a satisfação dos pacientes será muito melhor do que pegar trânsito, por exemplo, dificuldade que temos nas cidades”, encerra o professor.

Confira a estrutura curricular da Pós-Graduação em Telefarmácia e Farmácia Clínica no Metaverso do ICTQ

  • Arcabouço Regulatório de Farmácia Clínica, Telesaúde, Telefarmácia, Telemedicina e Tele enfermagem;
  • LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados) aplicados na Farmácia Clínica;
  • Tecnologias da Informação e de Comunicação (TIC) para a Farmácia Clínica: Equipamentos, plataformas, softwares e aplicativos.
  • Tecnologias Imersivas - AR (Augmented Reality), VR (Virtual Reality) e MR (Mix Reality)
  • Registro e Validação de Sistemas
  • Token Economy - NFT’s, Blockchain & Criptoativos no Mercado Farmacêutico
  • Boas Práticas de Teleconsulta Farmacêutica
  • Teleinterconsulta: Gestão do Cuidado Multidisciplinar
  • Telemonitoramento / Televigilância: Sistemas e Gestão
  • Gestão e Boas Práticas de Teleconsultoria Farmacêutica
  • Metaverso: Fundamentos, Ecossistema e Aplicações na Farmácia Clínica
  • Arquitetura e Designer Interior do Consultório Farmacêutico no Metaverso
  • Anamenese Farmacêutica no Metaverso versus Zoom e Google Meet
  • Revisão Farmacoterapêutica no Metaverso versus Zoom e Google Meet
  • Boas Práticas de Prescrição Farmacêutica no Metaverso versus Zoom e Google Meet
  • Educação em. Saúde no Metaverso versus Zoom e Google Meet
  • Marketing Digital - Estratégias e Gestão de Mídias
  • Gestão de Tráfego no Google (SEO) e nas Redes Sociais (Estratégias para o tráfego orgânico e pago)
  • Marketing de Conteúdo e Copywriting
  • Gestão de CRM (Customer Relationship Management)

Participe também: Grupo de WhatsApp e telegram para receber notícias farmacêuticas

Obrigado por apoiar o jornalismo profissional

A missão da Agência de notícias do ICTQ é levar informação confiável e relevante para ajudar os leitores a compreender melhor o universo farmacêutico. O leitor tem acesso ilimitado às reportagens, artigos, fotos, vídeos e áudios publicados e produzidos, de forma independente, pela redação da Instituição. Sua reprodução é permitida, desde que citada a fonte. O ICTQ é o principal responsável pela especialização farmacêutica no Brasil. Muito obrigado por escolher a Instituição para se informar.

Atendimento

Atendimento de segunda a quinta-feira das 08:00h às 18:00h e sexta-feira das 08:00h às 17:00h (Exceto Feriados).

Telefones:

  • 0800 602 6660
  • (62) 3937-7056
  • (62) 3937-7063

Whatsapp

Endereço

Escritório administrativo - Goiás

Rua Barão de Cotegipe nº 266, 6º andar, Caied Tower - Centro - Anápolis/GO CEP

CEP: 75025-010

Fale conosco

PÓS-GRADUAÇÃO - TURMAS ABERTAS