Área de Assuntos Regulatórios é estratégica na Indústria Farmacêutica

Como a área de Assuntos Regulatórios pode ser entendida como estratégica na indústria farmacêutica

Para se manter competitivas no mercado, as indústrias farmacêuticas necessitam aprimorar suas estratégia de negócios. Esse é um desafio que está diretamente relacionado com os Assuntos Regulatórios, logo, requer total atenção.

Como esses temas se relacionam? A resposta é simples: “Assuntos Regulatórios podem ajudar as empresas a conquistar seus objetivos estratégicos”. Isso é o que explica a farmacêutica industrial e professora da pós-graduação de Assuntos Regulatórios do ICTQ – Instituto de Pesquisa e Pós-Graduação para o Mercado Farmacêutico, Luciana Colli.

Receba nossas notícias por e-mailCadastre aqui seu endereço eletrônico para receber nossas matérias diariamente

Em entrevista exclusiva à equipe de Jornalismo do ICTQ, a professora enfatiza: “Uma visão estratégica de negócios na área farmacêutica vai envolver regulatórios e legislação sanitária, obrigatoriamente. Como uma empresa vai alcançar seus objetivos estratégicos sem atender a legislação? Por exemplo, para ampliar o portfólio de produtos, vai envolver adequação de área fabril, registro sanitário, entre outros”.

Quem faz o alinhamento do negócio?

Luciana lembra que todo o alinhamento do negócio com a área de Assuntos Regulatórios é feito pela mais alta gerência, no caso o presidente ou CEO da empresa, e o diretor de Assuntos Regulatórios.

Essa estratégia, segundo ela, é realizada pelo monitoramento de mercado, mapeamento do ambiente regulatório e conhecimento das fragilidades e potencialidades da empresa.

Impactos dos Assuntos Regulatórios

Em aula da pós-graduação de Assuntos Regulatórios do ICTQ, Luciana lembra que, devido ao farmacêutico ter uma formação extremamente técnica e não ter formação em negócios, na maioria das vezes, ele não consegue perceber essa importante contribuição de Assuntos Regulatórios na organização.

Ela recorda que as atribuições de Assuntos Regulatórios são muitas, e elas se multiplicam na medida em que a empresa é grande, que tem um portfólio extenso de produtos ou que trabalha com itens de categorias diferentes.

Ao mesmo tempo, ela reforça a importância de Assuntos Regulatórios na companhia, afinal, se a indústria não cumpre a legislação não irá conseguir alavancar o seu negócio, e se desenvolver no mercado. Logo, não atingirá os seus objetivos estratégicos.

“Atualmente, se sabe que qualquer empresa que queira garantir a sua fatia de mercado precisa ser, cada vez mais, inovadora e agressiva, para que ela possa marcar o seu espaço no mercado”.

Atribuições de Assuntos Regulatórios

Entre as atribuições de Assuntos Regulatórios, Luciana explica que compete ao setor regularizar os produtos da empresa, fazer a interação com vários órgãos reguladores o tempo todo, coletar informações de regulação, interpretar dados e disseminá-los para a organização inteira. Isso é muito importante para gerar o aprendizado organizacional e, assim, fazer com que as informações coletadas e a interpretação dada, a empresa possa implementar as mudanças necessárias para atender à regulação.

Além disso, Assuntos Regulatórios também cria mudanças de procedimentos para se adequar à legislação, viabiliza os objetivos estratégicos da empresa para que ela possa entregar produtos seguros e eficazes para o mercado e conseguir acompanhar tendências, até mesmo se antecipando a elas.

“A área de Assuntos Regulatórios trabalha muito com a visão de futuro do negócio, e também do ambiente regulatório. Ela precisa estar muito antenada”, reforçou Luciana.

publicidade inserida(https://ictq.com.br/pos-graduacao/pos-graduacao-em-gestao-da-qualidade-e-assuntos-regulatorios-na-industria-farmaceutica-268)

Assuntos Regulatórios prevendo tendências

Ainda em aula, Luciana explica como o campo de atuação dos Assuntos Regulatórios é amplo e essencial para ajudar a empresa a atingir os seus objetivos estratégicos.

Um exemplo disso é como Assuntos Regulatórios consegue se antecipar às tendências, isso é importante, porque, conforme ela explica, a empresa precisa estar preparada para as necessidades do mercado.

“Sabemos que em um ambiente extremamente regulado, como o nosso, leva tempo para se estar preparado para novas tendências. Não somos como uma indústria de roupa, que consegue lançar uma nova coleção de forma muito rápida. Imagine em Assuntos Regulatórios, em que uma mudança epidemiológica ou mudança do mercado pode trazer a necessidade de produtos regularizados para lançar no momento em que isso for importante e necessário”, finalizou.

Saiba mais sobre a inteligência regulatória na indústria farmacêutica

Como citado, a inteligência e a estratégia regulatória são temas abordados em aula da pós-Graduação de Assuntos Regulatórios do ICTQ. A professora Luciana Colli, explica como se dão e como se aplicam esses temas na indústria farmacêutica.

Luciana é Mestre em Ciências e Tecnologia farmacêutica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, leciona há mais de 11 anos em disciplinas ligadas à área industrial, além de prestar consultorias para empresas renomadas como Amecath, Kimberly Clark, Direx, Aché, entre outras.

Confira, a seguir, um dos vídeos do Curso, em que ela explora, de forma clara e objetiva, os temas e o quanto eles estão diretamente ligados ao cotidiano do farmacêutico que atua, ou quer atuar, na área de Assuntos Regulatórios.

Participe também: Grupos de WhatsApp e Telegram para receber notícias farmacêuticas diariamente

Obrigado por apoiar o jornalismo profissional

A missão da Agência de notícias do ICTQ é levar informação confiável e relevante para ajudar os leitores a compreender melhor o universo farmacêutico. O leitor tem acesso ilimitado às reportagens, artigos, fotos, vídeos e áudios publicados e produzidos, de forma independente, pela redação da Instituição. Sua reprodução é permitida, desde que citada a fonte. O ICTQ é o principal responsável pela especialização farmacêutica no Brasil. Muito obrigado por escolher a Instituição para se informar.

Atendimento

Atendimento de segunda a quinta-feira das 08:00h às 18:00h e sexta-feira das 08:00h às 17:00h (Exceto Feriados).

Telefones:

  • 0800 602 6660
  • (62) 3937-7056
  • (62) 3937-7063

Whatsapp

Endereço

Escritório administrativo - Goiás

Rua Benjamin Constant, nº 1491, Centro, Anápolis - GO.

CEP: 75.024-020

Escritório administrativo - São Paulo

Rua: Haddock Lobo, n° 131, Sala: 911, Cerqueira César.

CEP: 01414-001 , São Paulo -SP.

Fale conosco

PÓS-GRADUAÇÃO - TURMAS ABERTAS