Flanela antiembaçante integra conceito de drugstore no Brasil

Flanela antiembaçante integra conceito de drugstore no Brasil

Sem abrir mão do cuidado com a saúde, muitas drogarias brasileiras têm apostado em novo conceito de estabelecimentos farmacêuticos, que envolve oferecer itens que facilitem o cotidiano do consumidor, aponta levantamento do Jornal Dia Dia.

Recentemente, a franquia Farma e Farma, de Prudentópolis (PR), incluiu em seu mix de produtos a flanela com tecnologia antiembaçante Outfog, que chegou ao mercado com o desafio de eliminar o embaçamento das lentes dos óculos de quem utiliza máscara, item de segurança fundamental nesses tempos de pandemia do novo coronavírus.

“A receptividade dos clientes em relação à flanela foi muito boa, devido à dificuldade do uso de óculos junto com as máscaras”, afirmou ao Jornal Dia Dia o proprietário da Farma e Farma, Leomar Kaczarouski. O retorno foi bom, segundo ele, devido ao boca a boca, os clientes que compraram indicavam a flanela para seus amigos e parentes. “Era um produto que faltava no mercado farmacêutico e, com certeza, continuaremos a ter sempre em estoque, visto que as vendas da flanela deram uma excelente lucratividade, superando a nossa expectativa”, destacou.

publicidade inserida(https://sibrafar.com.br/)

É bem verdade que esse conceito de conveniência, chamado nos Estados Unidos de drugstore, não é uma prática tão recente. Em solo norte-americano é comum encontrar durgstores que vendem de brinquedos a eletrônicos, passando por produtos de beleza, além, é evidente, de medicamentos. No Brasil, com a resistência dos órgãos reguladores e de parte dos profissionais farmacêuticos, a prática está longe da abrangência encontrada nos Estados Unidos, mas tem avançado, inclusive com apoio dos consumidores.

Nas drogarias brasileiras, a venda da categoria batizada de ‘não medicamentos’, especialmente de itens de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos (chamados pela sigla HPC), é a que mais chama a atenção dos varejistas. Levantamento divulgado pela Federação Brasileira das Redes Associativistas e Independentes de Farmácias (Febrafar), aponta que 32% das vendas totais das farmácias em 2018, no Brasil, foram resultado de ‘não medicamentos’, principalmente, de produtos HPC, totalizando faturamento de R$ 120,3 bilhões.

Segundo Kaczarouski, em sua loja, os HPCs só perdem para medicamentos no faturamento. Mas outros itens também têm crescido nas vendas. “Os produtos procurados vão desde barras de cereais e proteína, bebidas, até guloseimas, como balas e chocolates. O sucesso desses itens também se deve ao fato de que, normalmente, quando a pessoa entra na farmácia para comprar algum medicamento, ela acaba levando outro produto também”.

Receba nossas notícias por e-mail: Cadastre aqui seu endereço eletrônico para receber nossas matérias diariamente

Entre as distribuidoras farmacêuticas, há empresas que estão investindo em itens que facilitem o dia a dia das pessoas e apostam na flanela e em suplementos alimentares, nutracêuticos e dermocosméticos. “A flanela é uma excelente solução para os usuários de óculos. No Brasil temos um grande número de farmácias, então isso facilita o acesso dos usuários ao produto, principalmente, num momento em que as restrições de circulação são necessárias”, revelou ao Dia Dia o gerente de compras da distribuidora GAM, Mario Luiz Maccari.

De acordo com Maccari, novos segmentos vêm se consolidando. “Observa-se também uma inclinação para itens de conveniência voltados para a saúde, como alimentos light e diet. Já a movimentação das farmácias voltada para linha de higiene e beleza, iniciado há duas décadas, também cresceu e a distribuidora acompanhou, diversificando o mix de produtos de acordo com a demanda. Atualmente disponibilizamos uma linha com mais de cinco mil itens em estoque”.

Outra distribuidora do canal farma, a La San Day, com mais de 3.800 farmácias em sua rede de clientes, também aposta na variedade do mix de produtos como diferencial competitivo. “É essencial agregar valor à categoria ‘não medicamentos’, trazendo itens que, assim como a flanela, facilitem o dia a dia do consumidor. Com mais de 300 produtos em nosso catálogo, como suplementos alimentares, nutracêuticos, dermocosméticos e itens de higiene e beleza, o nosso objetivo é continuar levando diferenciais aos distribuidores, varejistas e consumidores”, afirmou ao jornal o diretor comercial da empresa, Altemir Barreto.

Participe também: Grupo de WhatsApp e Telegram para receber notícias farmacêuticas diariamente

Obrigado por apoiar o jornalismo profissional

A missão da Agência de notícias do ICTQ é levar informação confiável e relevante para ajudar os leitores a compreender melhor o universo farmacêutico. O leitor tem acesso ilimitado às reportagens, artigos, fotos, vídeos e áudios publicados e produzidos, de forma independente, pela redação da Instituição. Sua reprodução é permitida, desde que citada a fonte. O ICTQ é o principal responsável pela especialização farmacêutica no Brasil. Muito obrigado por escolher a Instituição para se informar.

Veja mais materias sobre:

Farmacêutico, Farmácia, Varejo Farmacêutico

Atendimento

Atendimento de segunda a quinta-feira das 08:00h às 18:00h e sexta-feira das 08:00h às 17:00h (Exceto Feriados).

Telefones:

  • 0800 602 6660
  • (62) 3937-7056
  • (62) 3937-7063

Whatsapp

Endereço

Escritório administrativo - Goiás

Rua Benjamin Constant, nº 1491, Centro, Anápolis - GO.

CEP: 75.024-020

Escritório administrativo - São Paulo

Rua: Haddock Lobo, n° 131, Sala: 911, Cerqueira César.

CEP: 01414-001 , São Paulo -SP.

Fale conosco

PÓS-GRADUAÇÃO - TURMAS ABERTAS