Alerta: 40 linhagens do novo coronavírus são identificadas no Brasil

Alerta: 40 linhagens do novo coronavírus são identificadas no Brasil

Desde o início do aparecimento dos primeiros casos do novo coronavírus (Sars-CoV-2) no Brasil, em março de 2020, já foram identificadas pelo menos 40 linhagens diferentes do vírus em território nacional. Segundo informação divulgada pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), duas delas tem circulação predominante na população, entretanto, apesar da quantidade, essas variações não devem impactar na eficácia de vacinas desenvolvidas por farmacêuticas para combater a doença.

As informações são do Laboratório de Vírus Respiratórios e Sarampo do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz), que participa diretamente da vigilância epidemiológica do novo coronavírus em território nacional, sendo referência para a Organização Mundial da Saúde (OMS), realizando um trabalho que permite determinar as rotas de circulação do patógeno no País, além de identificar suas respectivas mutações.

Receba nossas notícias por e-mail: Cadastre aqui seu endereço eletrônico para receber nossas matérias diariamente

Nos últimos dias, notícias repercutiram na imprensa sobre novas cepas em circulação na Europa, deixando a população mundial em alerta em relação à possibilidade de uma segunda onda da doença em muitos países, além de levantar questionamentos sobre o poder de letalidade e proliferação dessas variações e o quanto podem impactar na eficácia dos imunizantes.

Em entrevista ao jornal O Estado de São Paulo, a cientista da Fiocruz, Paola Cristina Resende, explicou como é realizado o monitoramento da rota de circulação do patógeno em território nacional e as identificações de suas mutações. Segundo a pesquisadora, atualmente, "não é momento para pânico".

"Eles (vírus) circulam em todo o mundo e sofrem mutações frequentes. Essa vigilância é fundamental para a formulação da vacina, que tem periodicidade anual, e para a captação de cepas virais de potencial pandêmico", afirmou Paola.

publicidade inserida(https://emailmkt.ictq.com.br/anuncie-no-ictq)

Segundo as informações da Fiocruz, as 40 linhagens presentes no Brasil são de várias regiões do mundo, principalmente da Europa. Contudo, as duas principais são específicas no País e registram pouca incidência em outros países do mundo.

"E, é claro, estão evoluindo, ganhando novas mutações, pois, é esperado que um vírus com um genoma de RNA evolua de forma rápida. Assim, novas sublinhagens podem ser detectadas ou evidenciadas. Entretanto, é extremamente importante ressaltar que uma nova mutação não significa estritamente uma mudança nas características do vírus", ressalta Paola.

Letalidade e vacinas

Quanto à letalidade, a especialista pontua que "até o momento, os dados não mostram que o vírus tenha ficado mais transmissível ou que possa causar uma doença mais severa. Não é momento para pânico. É tempo de prevenção", ressalta.

Sobre vacinas em desenvolvimento, a pesquisadora lembra: "Os dados sugerem que as vacinas em desenvolvimento e as que já estão em aplicação em diversos países terão ótima eficácia contra o Sars-CoV-2 e suas recentes variações, uma vez que, apesar das mutações, as características fenotípicas do vírus parecem não ter sido alteradas. Nenhuma variação que impacte na formulação das vacinas foi detectada", finaliza Paola.

Participe também: Grupos de WhatsApp e Telegram para receber notícias farmacêuticas diariamente

Obrigado por apoiar o jornalismo profissional

A missão da Agência de notícias do ICTQ é levar informação confiável e relevante para ajudar os leitores a compreender melhor o universo farmacêutico. O leitor tem acesso ilimitado às reportagens, artigos, fotos, vídeos e áudios publicados e produzidos, de forma independente, pela redação da Instituição. Sua reprodução é permitida, desde que citada a fonte. O ICTQ é o principal responsável pela especialização farmacêutica no Brasil. Muito obrigado por escolher a Instituição para se informar.

Veja mais materias sobre:

Pesquisa Farmacêutica, Farmácia Clínica, Covid-19

Atendimento

Atendimento de segunda a quinta-feira das 08:00h às 18:00h e sexta-feira das 08:00h às 17:00h (Exceto Feriados).

Telefones:

  • 0800 602 6660
  • (62) 3937-7056
  • (62) 3937-7063

Whatsapp

Endereço

Escritório administrativo - Goiás

Rua Benjamin Constant, nº 1491, Centro, Anápolis - GO.

CEP: 75.024-020

Escritório administrativo - São Paulo

Rua: Haddock Lobo, n° 131, Sala: 911, Cerqueira César.

CEP: 01414-001 , São Paulo -SP.

Fale conosco

PÓS-GRADUAÇÃO - TURMAS ABERTAS