Farmacêutico descobre nova substância contra a obesidade

Farmacêutico descobre nova substância contra a obesidade

Um grupo de pesquisadores da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), coordenado pelo farmacêutico e professor, Ádley Antonini Neves de Lima, descobriu uma nova substância para o tratamento contra a obesidade. O produto foi desenvolvido por meio de um breu branco, planta encontrada na região Amazônica. Além de possuir efeito antiobesidade, a descoberta científica possui atividades farmacológicas importantes, como ação anti-inflamatória, antimicrobiana, antioxidante e antiaterosclerótica.

Segundo Lima, todas essas funções do produto são ainda mais declaradas com a inclusão das ciclodextrinas (que podem ser utilizadas como adjuvante tecnológico para melhorar a biodisponibilidade de fármacos). Após a descoberta, os pesquisadores envolvidos no grupo, coordenado pelo farmacêutico, deram início ao processo de patente.

O dispositivo patenteado é um complexo de inclusão com ciclodextrinas naturais e derivadas, com a mistura binária de alfa, beta-amirenona, que é uma substância natural obtida a partir do breu branco. “Durante o desenvolvimento, conseguimos a melhoria de vários aspectos desta nova substância natural, como por exemplo, sua solubilidade em água, que é fundamental para o desenvolvimento de novos medicamentos, e o aumento da sua atividade antiobesidade, inibindo a ação da enzima lipase e reduzindo o peso corporal em animais”, explicou Lima, que é docente do Departamento de Farmácia, em entrevista publicada no portal da UFRN.

Receba nossas notícias por e-mail: Cadastre aqui seu endereço eletrônico para receber nossas matérias diariamente

O grupo ainda conta com a participação dos cientistas Luana Carvalho de Oliveira, Valdir Florêncio da Veiga Junior e Emerson Silva Lima. O pedido de patente feito por Lima é intitulado Complexos do Triterpeno alfa, beta-amirenona com aumento da atividade antiobesidade, em cotitularidade da UFRN com a Universidade Federal do Amazonas (UFAM). 

De acordo com o documento, o grupo indica a utilização do novo sistema para aplicação junto a formulações para uso em terapias cosméticas ou na utilização em suplementos alimentares.

publicidade inserida(https://www.ictq.com.br/pos-graduacao)

O produto

O produto nasceu sob a apresentação em pó, sendo testado em laboratório e obtendo uma inibição da enzima lipase em torno de 90%, índice superior às alternativas existentes atualmente. A descoberta está vinculada ao grupo de pesquisa Inovação em Fármacos e Medicamentos (INOFARM) e ao Programa de Pós-graduação em Ciências Farmacêuticas (PPGCF), onde Luana desenvolve seu projeto de mestrado.

“Este resultado aponta para um enorme potencial de redução de obesidade e de peso, onde a alfa, beta-amirenona já foi testada em camundongos e foi observada uma redução significativa no peso dos animais. Vamos testar agora nosso produto, comparando esta redução no peso dos animais com o objetivo de aumentar ainda mais esta ação antiobesidade, com redução mais significativa do peso corporal”, ressalta Lima.

Próximos passos

Lima explica que a busca por novos medicamentos é um processo complexo. Contudo, ele enfatiza que após finalizar o estudo, a ideia é disponibilizar o produto no mercado como uma nova alternativa que possa melhorar a qualidade de vida das pessoas que sofrem com sobrepeso, além de algumas comorbidades associadas, como hipertensão e cardiopatias, por exemplo.

A iniciativa ainda conta com a participação do professor da UFRN, Euzébio Guimarães Barbosa, que contribui com estudos teóricos computacionais (in sílico).

Participe também: Grupo de WhatsApp e telegram para receber notícias farmacêuticas diariamente

Obrigado por apoiar o jornalismo profissional

A missão da Agência de notícias do ICTQ é levar informação confiável e relevante para ajudar os leitores a compreender melhor o universo farmacêutico. O leitor tem acesso ilimitado às reportagens, artigos, fotos, vídeos e áudios publicados e produzidos, de forma independente, pela redação da Instituição. Sua reprodução é permitida, desde que citada a fonte. O ICTQ é o principal responsável pela especialização farmacêutica no Brasil. Muito obrigado por escolher a Instituição para se informar.

Veja mais materias sobre:

Farmacêutico, Pesquisa Farmacêutica, Medicamentos

Atendimento

Atendimento de segunda a quinta-feira das 08:00h às 18:00h e sexta-feira das 08:00h às 17:00h (Exceto Feriados).

Telefones:

  • 0800 602 6660
  • (62) 3937-7056
  • (62) 3937-7063

Whatsapp

Endereço

Escritório administrativo - Goiás

Rua Benjamin Constant, nº 1491, Centro, Anápolis - GO.

CEP: 75.024-020

Escritório administrativo - São Paulo

Rua: Haddock Lobo, n° 131, Sala: 911, Cerqueira César.

CEP: 01414-001 , São Paulo -SP.

Fale conosco

PÓS-GRADUAÇÃO - TURMAS ABERTAS