Secretaria anuncia mais 500 vagas, com oportunidades para farmacêuticos

Secretaria anuncia mais 500 vagas, com oportunidades para farmacêuticos

A Secretaria Municipal de Saúde (Semus) de São Luís (MA) prorrogou até amanhã (31/7) as inscrições para o processo seletivo que ofertará 500 vagas para atuação nas unidades de saúde da capital que atendem pacientes da Covid-19, revelou o G1. Entre as oportunidades oferecidas, vagas para farmacêuticos e auxiliares de farmácia.

De acordo com o edital, os contratados atuarão nos Centros de Atendimento às Síndromes Gripais, Centros de Vacinação e Hospitais de Referência da Covid-19, pelo período inicial de até seis meses, podendo ser prorrogado por igual período, uma única vez.

Para o cargo de farmacêutico, o candidato terá de apresentar diploma ou certidão de conclusão de curso de graduação em Farmácia, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC) e registro no Conselho Regional de Farmácia.

O profissional realizará tarefas especificas de desenvolvimento, produção, dispensação, controle, armazenamento, distribuição e transporte de produtos da área farmacêutica e análise clínicas, toxicologicas, fisioquimicas, biológicas, microbiológicas e bromatológicos, bem como testagem Covid 19.

publicidade inserida(https://emailmkt.ictq.com.br/lancamento-inteligencia-visao-regulatoria-farma-ind?utm_campaign=IVR-JUL21&utm_medium=link-bio&utm_source=instagram&utm_campaign=IVR-JUL21&utm_medium=privado&utm_source=whatsapp)

Ele deve participar da elaboração, coordenação e implementação de políticas de medicamentos, orientar sobre o uso de produtos e prestar serviços farmacêuticos, bem como realizar pesquisa acerca dos efeitos de medicamentos e outras substâncias sobre órgãos, tecidos e funções vitais dos seres humanos e dos animais. Além de fazer preparação, produção, controle e garantia de qualidade, fracionamento, armazenamento, distribuição e dispensação de radiofármacos.

Já para o auxiliar de farmácia é exigido diploma de ensino médio. Entre outras tarefas, ele se ocupará da rotina de farmácia: estocando e manipulando produtos para auxiliar o farmacêutico, etiquetar medicamentos e outros produtos, armazenar os itens para facilitar sua manipulação e controle, abastecer as prateleiras, zelar pela limpeza das prateleiras, balcões e outras áreas de trabalho, efetuar atendimento verificando receitas, embrulhando e entregando os produtos, bem como registrar os produtos fornecidos, para possibilitar os controles financeiros e estocagem.

A remuneração oferecida pelo governo municipal ao farmacêutico, para 30 horas semanais, é de R$ 2.500. Para o auxiliar de farmácia o salário é de R$ 1.100, para 40 horas de trabalho por semana.

Para realizar inscrição é necessário carteira de identidade, carteira de trabalho ou outro documento equivalente, CPF, comprovante de residência, título de eleitor e certidão de quitação eleitoral, certidão negativa de antecedentes criminais emitida pela Justiça Estadual e Federal, diploma de títulos e certificado de conclusão de cursos de aperfeiçoamento na área, além de comprovação de experiência na atividade do cargo pretendido e declaração de próprio punho informando que não faz parte do grupo de risco.

Para as vagas destinadas à pessoa com deficiência, é exigido documento que comprove que ela não seja incompatível com a atividade pretendida. O candidato deverá apresentar cópia legível do laudo médico, emitido nos últimos 12 meses, atestando a especificidade, grau ou nível da deficiência indicada, com expressa referência ao Código de Classificação Internacional de Doenças (CID) no ato da inscrição.

Receba nossas notícias por e-mailCadastre aqui seu endereço eletrônico para receber nossas matérias diariamente

Segundo o farmacêutico Rafael Poloni, os profissionais graduados em Farmácia que desejam passar em concursos ou processos seletivos em órgãos públicos precisam seguir uma regra básica: estudar.

Ele, que também é professor da pós-graduação em Farmácia Clínica e Prescrição Farmacêutica no ICTQ – Instituto de Pesquisa e Pós-Graduação para o Mercado Farmacêutico, dá dicas para os colegas de profissão que pretendem concorrer.

“Se o farmacêutico quer atuar órgãos públicos, ele pode focar em editais ou provas anteriores para treinar e fazer muitos exercícios. Outra dica é focar nas disciplinas que ele tem mais dificuldades”, sugere Poloni.

O resultado final do processo seletivo será divulgado em 13 de agosto. Maiores informações e a íntegra do edital podem ser obtidas no site da Semus.

Participe também: Grupos de WhatsApp e Telegram para receber notícias farmacêuticas diariamente.

Obrigado por apoiar o jornalismo profissional

A missão da Agência de notícias do ICTQ é levar informação confiável e relevante para ajudar os leitores a compreender melhor o universo farmacêutico. O leitor tem acesso ilimitado às reportagens, artigos, fotos, vídeos e áudios publicados e produzidos, de forma independente, pela redação da Instituição. Sua reprodução é permitida, desde que citada a fonte. O ICTQ é o principal responsável pela especialização farmacêutica no Brasil. Muito obrigado por escolher a Instituição para se informar.

Atendimento

Atendimento de segunda a quinta-feira das 08:00h às 18:00h e sexta-feira das 08:00h às 17:00h (Exceto Feriados).

Telefones:

  • 0800 602 6660
  • (62) 3937-7056
  • (62) 3937-7063

Whatsapp

Endereço

Escritório administrativo - Goiás

Rua Benjamin Constant, nº 1491, Centro, Anápolis - GO.

CEP: 75.024-020

Escritório administrativo - São Paulo

Rua: Haddock Lobo, n° 131, Sala: 911, Cerqueira César.

CEP: 01414-001 , São Paulo -SP.

Fale conosco

PÓS-GRADUAÇÃO - TURMAS ABERTAS