7 dicas de ouro para entrar e crescer na indústria farmacêutica

7 dicas de ouro para entrar e crescer na indústria farmacêutica

É de amplo conhecimento que a indústria farmacêutica é um dos, ou o ramo corporativo mais poderoso do mundo, haja vista o que estamos observando com a pandemia e a corrida deste setor para o desenvolvimento de novas vacinas e tratamentos para a COVID-19. Em questão de poucos meses vimos o planeta terra padecer diante de um vírus “desconhecido” e se render ao esperado milagre da ciência, oriundo justamente dos laboratórios farmacêuticos – a bala de prata...a cura!

Segundo levantamento do IQVIA, divulgado pelo Sindusfarma e também publicado no site do ICTQ, mesmo com uma pandemia em curso, o mercado farmacêutico continua sendo o ponto fora da curva, em comparação com os demais setores da economia. Entre os anos de 2019 e 2020, houve um crescimento de mais de 11% nas vendas totais e 8% em unidades de caixas de medicamentos vendidas. No dia 31 de dezembro de 2019, a indústria farmacêutica brasileira registrou mais de 90 mil empregos diretos, de acordo com os dados oficiais da RAIS, do Ministério da Economia, e 700.330 pessoas empregadas em toda a cadeia farmacêutica brasileira – indústria, distribuição e varejo.

Depois desta pequena introdução, alguém ainda tem dúvida que a indústria farmacêutica é a menina dos olhos dos farmacêuticos, químicos, biólogos, administradores, advogados, economistas, engenheiros e demais profissionais que possam exercer alguma atividade afim neste setor? Não tenho dúvida, e pude viver isso pessoalmente lá em 2009, quando iniciei minha carreira, após concluir o curso de farmácia.

Após minha colação de grau, em 22 de julho do ano supracitado, me vi perdido, num universo de 10 linhas de atuação e 135 especialidades farmacêuticas (segundo o CFF) – eu tinha entrado para a estatística, do desemprego é claro. A indústria farmacêutica não seria uma das minhas primeiras opções, apesar de domiciliar no 2º maior polo farmoquímico do Brasil. Todavia, não obtive sucesso em minhas tentativas nas outras opções, já relatado por mim em outro artigo de opinião publicado no site do ICTQ. Frustração e o início do desespero já rondavam meu íntimo.

Receba nossas notícias por e-mailCadastre aqui seu endereço eletrônico para receber nossas matérias diariamente

Foi então que em dezembro de 2009, já esgotadas todas as minhas buscas por outros campos de atuação, que falavam mais alto na minha emoção, resolvi partir para a razão e participar de um processo seletivo numa indústria farmacêutica, localizada a 136 km de onde eu morava. O setor? Controle de Qualidade. Por quê? Porque era o que eu tinha experiência de estágio. Aqui já vai a primeira dica de ouro: o estágio é a primeira porta de entrada para ingressar na indústria. Como foi o processo seletivo? Uma prova de química analítica (qualitativa e quantitativa), instrumentação analítica, físico-química, química orgânica e regulamentação, além das entrevistas com os departamentos envolvidos. A segunda dica de ouro: não menospreze os estudos mais basilares da faculdade e a extensão, isso lhe deixará vários passos à frente da concorrência.

A partir de então minha carreira foi construída neste ramo corporativo apaixonante e desafiador. Naquela época as pós-graduações já começavam a ser recomendadas para os candidatos a uma vaga. Todavia, este tipo de formação ainda não possuía um grande portfólio, ficando concentradas especialmente em SP e RJ. Mas...e o crescimento horizontal e vertical dentro da empresa? Mais uma dica de ouro: minha primeira promoção, em pouco mais de 1 ano de trabalho, foi fruto de uma especialização que eu havia iniciado e 2010, no ICTQ, em Vigilância Sanitária na Indústria Farmacêutica. Hoje, ter ao menos uma especialização não é mais recomendação, é exigência! Um pré-requisito básico para qualquer profissional que almeja um cargo inicial na indústria.

publicidade inserida(https://emailmkt.ictq.com.br/lancamento-inteligencia-visao-regulatoria-farma-ind?utm_campaign=IVR-JUL21&utm_medium=link-bio&utm_source=instagram&utm_campaign=IVR-JUL21&utm_medium=privado&utm_source=whatsapp)

Neste interim, passei em outro processo seletivo para trabalhar na Garantia da Qualidade. Além da pós-graduação ter me proporcionado tal fato, e com muita dedicação, depois de 2 anos tive a oportunidade de participar de um processo seletivo em outra empresa, localizada na minha cidade de origem, a um cargo de supervisor de GQ, Meio Ambiente e Farmacovigilância, sendo que estes dois últimos setores eu não tinha experiência alguma. Enfim, estava de volta em casa, com um cargo e um salário muito melhores, novas responsabilidades e desafios. A quarta dica de ouro é: não tenha medo de encarar os desafios e as oportunidades, pois mesmo não tendo experiência em todas as funções que lhe forem oferecidas, vá em frente e encare! Ah, e só lembrando que em apenas dois anos de trabalho saí de analista júnior para pleno e logo depois para um cargo de gestão, algo extremamente difícil de acontecer corriqueiramente.

Mais dois anos se passaram de muito trabalho e me vi novamente em outro processo seletivo...aliás, não foi bem um processo seletivo, e sim uma indicação. Um Q.I.? Não...de fato uma indicação para um cargo e salário melhores ainda. Esta indicação veio por conta de um treinamento que ministrei para colaboradores da empresa a qual fui indicado. Abri as portas da indústria onde eu atuava naquele momento, para ajudar colegas de outra empresa, e fui agraciado com mais uma oportunidade de crescimento. Sexta dica de ouro: pratique a empatia, o networking, a comunidade, isso lhe trará respeito, conhecimento, reconhecimento e novas oportunidades.

Aproveitando o ensejo da comunidade, sabe aquela pós-graduação que fiz logo no início da minha carreira? Com o networking e a amizade que fui construindo com os gestores da instituição de ensino que fiz minha primeira especialização, durante todo este tempo que estive na indústria farmacêutica, recebi o convite para fazer parte como colaborador. E é nesta Instituição que eu tenho orgulho de dedicar minha carreira, há 7 anos, e onde também tive a oportunidade de continuar estudando. Portanto, a sétima e última dica de ouro: reúna e aproveite todas as dicas de ouro aqui citadas e construa a sua história de sucesso! Crescer dói, e a zona de conforto não é o melhor lugar para isso.

E para mostrar na prática como tudo isso é possível, no dia 5 de agosto de 2020 eu e mais dois especialistas contaremos mais detalhes sobre como entrar e crescer na indústria farmacêutica, especialmente em setores altamente estratégicos como Assuntos Regulatórios. Estou falando do farmacêutico e gerente geral de medicamentos (GGMED) da Anvisa, o Dr. Gustavo Mendes, a farmacêutica consultora e responsável pelo setor de assuntos regulatórios do Laboratório Químico Farmacêutico do Exército – LQFEx, a Dra. Luciana Colli e a advogada especialista em assuntos regulatórios, a Dra. Priscila Menino. Entregaremos um mapa inédito e exclusivo para você alcançar esse objetivo e mostrar o poder que uma comunidade pode proporcionar em sua carreira.

Participe também: Grupos de WhatsApp e Telegram para receber notícias farmacêuticas diariamente.

Obrigado por apoiar o jornalismo profissional

A missão da Agência de notícias do ICTQ é levar informação confiável e relevante para ajudar os leitores a compreender melhor o universo farmacêutico. O leitor tem acesso ilimitado às reportagens, artigos, fotos, vídeos e áudios publicados e produzidos, de forma independente, pela redação da Instituição. Sua reprodução é permitida, desde que citada a fonte. O ICTQ é o principal responsável pela especialização farmacêutica no Brasil. Muito obrigado por escolher a Instituição para se informar.

Atendimento

Atendimento de segunda a quinta-feira das 08:00h às 18:00h e sexta-feira das 08:00h às 17:00h (Exceto Feriados).

Telefones:

  • 0800 602 6660
  • (62) 3937-7056
  • (62) 3937-7063

Whatsapp

Endereço

Escritório administrativo - Goiás

Rua Benjamin Constant, nº 1491, Centro, Anápolis - GO.

CEP: 75.024-020

Escritório administrativo - São Paulo

Rua: Haddock Lobo, n° 131, Sala: 911, Cerqueira César.

CEP: 01414-001 , São Paulo -SP.

Fale conosco

PÓS-GRADUAÇÃO - TURMAS ABERTAS