Urgente: Rússia anuncia 1ª vacina contra Covid-19

Urgente: Rússia anuncia 1ª vacina contra Covid-19

O presidente Vladimir Putin anunciou hoje (11/08), que a Rússia acaba de registrar oficialmente uma vacina contra o coronavírus (Covid-19), declarando que o antígeno está pronto para uso. Durante o anúncio, o líder russo ainda afirmou que uma de suas filhas já foi imunizada pela substância.

"Esta manhã, pela primeira vez no mundo, foi registrada uma vacina contra o novo coronavírus. Sei que é bastante eficaz, que dá uma imunidade duradoura", disse Putin, em coletiva à imprensa, apesar do ceticismo internacional. “Uma das minhas filhas tomou esta vacina. Acho que ela participou nos experimentos”, completou ele.

A vacina em questão foi desenvolvida pelo Instituto Gamaleya de Moscou, e seus testes em humanos duraram menos de dois meses. Ela foi batizada de "Sputnik V", em referência ao satélite soviético lançado em 1957 na órbita da Terra.

Receba nossas notícias por e-mail: Cadastre aqui seu endereço eletrônico para receber nossas matérias diariamente

Apesar do anúncio, a comunidade científica internacional tem emitido alertas de que a pressa em começar a usar um antígeno antes da fase 3 de testes, que normalmente duram meses, pois, envolve milhares de pessoas, pode ser um problema.

Nesse sentido, o presidente russo garante que a vacina passou por todos os testes necessários e se mostrou eficaz e segura para aplicação. "Gostaria de repetir que passou em todos os testes necessários. O mais importante é garantir a segurança total do uso da vacina e sua eficácia”, declarou Putin.

Segundo Putin, os primeiros a ser imunizados serão autoridades daquele país, profissionais de saúde e pessoas do chamado grupo de risco. Ele ainda confirmou que a produção em grande escala começa em setembro de 2020 e a vacinação em massa em outubro, ressaltando que a iniciativa de tomar o antígeno será voluntária.

publicidade inserida(https://www.ictq.com.br/pos-graduacao)

OMS em contato com a Rússia

Após o anúncio, a Organização Mundial da Saúde (OMS) afirmou que já está em contato com as autoridades da Rússia para saber sobre o andamento das pesquisas relacionadas com a vacina anunciada pelo presidente. Nesse sentido, o órgão de saúde destacou que, por enquanto, o produto não passou por uma validação na entidade internacional.

Segundo a OMS, qualquer antígeno que seja considerado adequado para ser pré-qualificado para a vacinação precisa passar por um exame "rigoroso" no que se refere à "segurança e eficiência".

Participe também: Grupo de WhatsApp e Telegram para receber notícias farmacêuticas diariamente

Obrigado por apoiar o jornalismo profissional

A missão da Agência de notícias do ICTQ é levar informação confiável e relevante para ajudar os leitores a compreender melhor o universo farmacêutico. O leitor tem acesso ilimitado às reportagens, artigos, fotos, vídeos e áudios publicados e produzidos, de forma independente, pela redação da Instituição. Sua reprodução é permitida, desde que citada a fonte. O ICTQ é o principal responsável pela especialização farmacêutica no Brasil. Muito obrigado por escolher a Instituição para se informar.

Atendimento

Atendimento de segunda a quinta-feira das 08:00h às 18:00h e sexta-feira das 08:00h às 17:00h (Exceto Feriados).

Telefones:

  • 0800 602 6660
  • (62) 3937-7056
  • (62) 3937-7063

Whatsapp

Endereço

Escritório administrativo - Goiás

Rua Benjamin Constant, nº 1491, Centro, Anápolis - GO.

CEP: 75.024-020

Escritório administrativo - São Paulo

Rua: Haddock Lobo, n° 131, Sala: 911, Cerqueira César.

CEP: 01414-001 , São Paulo -SP.

Fale conosco

PÓS-GRADUAÇÃO - TURMAS ABERTAS