Por R$ 700 milhões, Pague Menos acerta compra da Extrafarma

Por R$ 700 milhões, Pague Menos acerta compra da Extrafarma

A rede cearense de drogarias Pague Menos confirmou a aquisição da concorrente Extrafarma da Ultrapar por R$ 600 milhões mais dívida de R$ 100 milhões, totalizando R$ 700 milhões pelo negócio, revelou o Valor. Com a transação, a cadeia de farmácias salta uma posição e se torna vice-líder do mercado em número de lojas.

Com o negócio, a Pague Menos fica atrás apenas do grupo Raia Drogasil (2.299 lojas) no ranking nacional. A compra da Extrafarma elevará em mais de um terço o número de estabelecimentos da Pague Menos, para 1.510 unidades (a Extrafarma, sexta no ranking, tem 402 lojas), informou o Estadão.

Apesar de fazer a Pague Menos saltar para a vice-liderança em número de lojas, a aquisição da Extrafarma mantém a empresa cearense na terceira posição em receita anual, mas mais perto das Drogarias Pacheco São Paulo (DPSP). Somadas, Pague Menos e Extrafarma registraram receita bruta de R$ 9,4 bilhões em 2020. A DPSP (com 950 lojas) faturou quase R$ 10,5 bilhões no ano passado, também em valores brutos, conforme apurou o Valor. Já a líder em receita, lucro e total de lojas (Raia Drogasil) registrou R$ 21,2 bilhões em vendas.

publicidade inserida(https://www.ictq.com.br/pos-graduacao)

A Pague Menos informou, segundo o Estadão, que a compra da Extrafarma “é um marco importante na aceleração da estratégia de crescimento” da companhia no Norte e no Nordeste. Ela deve passar a ser líder na Bahia, Pernambuco, Maranhão, Paraíba, Rio Grande do Norte, Sergipe, Pará, Tocantins, Rondônia, Roraima e Amapá. A empresa ainda deve alcançar 7% de market share nacional.

Conforme o Bradesco BBI, a Pague Menos está oferecendo o equivalente a R$ 1,5 milhão por loja da Extrafarma, o que é, mais ou menos, o preço de abertura de uma nova loja. Porém, para a Pague Menos, significaria um atalho para seus planos de expansão, pois uma loja aberta já gera receita.

Segundo a rede cearense, além de antecipar o plano de expansão, o negócio deve expandir o hub de saúde, com a consolidação da plataforma Clinic Farma, e-commerce, marcas próprias e convênios, bem como otimizar a malha logística, incorporando três novos centros de distribuições (CDs). Fontes ouvidas pelo Estadão disseram que o maior número de CDs deve reduzir a distância média com as lojas em 45%, o que diminui o tempo de entrega em aproximadamente 3,5 dias, bem como o custo do frete.

No mercado, a expectativa é de que o negócio crie sinergias de R$ 82 milhões já no primeiro ano, ritmo que deve fazer com que 80% desse potencial seja atingido já no final do segundo ano. Ao todo, a criação de valor projetada é de mais de R$ 2 bilhões, segundo o Estadão. A companhia pretende, inicialmente, manter as duas marcas, Pague Menos e Extrafarma.

Receba nossas notícias por e-mail: Cadastre aqui seu endereço eletrônico para receber nossas matérias diariamente

Apesar de vender o ativo por bem menos do que comprou – a Ultrapar adquiriu a Extrafarma, em 2013, por R$ 1 bilhão –, o negócio permitirá que o grupo se concentre no seu core business, que é o setor de óleo e gás. Neste momento, por exemplo, a Ultrapar está em negociações com a Petrobras para a aquisição de sua refinaria Refap, no Rio Grande do Sul.

De acordo com fontes ouvidas pelo Estadão, a venda foi concretizada porque a Ultrapar percebeu o quanto é difícil fazer uma operação de varejo decolar em uma empresa que não tem esse foco. A ideia da aquisição da Extrafarma, há sete anos, foi motivada porque a intenção do grupo era tornar os postos de combustível uma espécie de hub de varejo. Esse projeto agora deve ser abandonado.

Participe também: Grupos de WhatsApp e Telegram para receber notícias farmacêuticas diariamente.

Obrigado por apoiar o jornalismo profissional

A missão da Agência de notícias do ICTQ é levar informação confiável e relevante para ajudar os leitores a compreender melhor o universo farmacêutico. O leitor tem acesso ilimitado às reportagens, artigos, fotos, vídeos e áudios publicados e produzidos, de forma independente, pela redação da Instituição. Sua reprodução é permitida, desde que citada a fonte. O ICTQ é o principal responsável pela especialização farmacêutica no Brasil. Muito obrigado por escolher a Instituição para se informar.

Veja mais materias sobre:

Farmácia, Varejo Farmacêutico, Comércio Varejista

Atendimento

Atendimento de segunda a quinta-feira das 08:00h às 18:00h e sexta-feira das 08:00h às 17:00h (Exceto Feriados).

Telefones:

  • 0800 602 6660
  • (62) 3937-7056
  • (62) 3937-7063

Whatsapp

Endereço

Escritório administrativo - Goiás

Rua Benjamin Constant, nº 1491, Centro, Anápolis - GO.

CEP: 75.024-020

Escritório administrativo - São Paulo

Rua: Haddock Lobo, n° 131, Sala: 911, Cerqueira César.

CEP: 01414-001 , São Paulo -SP.

Fale conosco

PÓS-GRADUAÇÃO - TURMAS ABERTAS