Farmacêuticos estão autorizados a participar da campanha de vacinação contra Covid-19

Farmacêuticos estão autorizados a participar da campanha de vacinação contra Covid-19

Os farmacêuticos brasileiros receberam autorização para atuar na campanha nacional de vacinação contra a Covid-19 no Brasil, seja em instituições públicas ou privadas. A permissão foi concedida pelo Conselho Federal de Farmácia (CFF), e divulgada nesta terça-feira (04/05), por meio de resolução publicada no Diário Oficial da União.

Entre os motivos para a adoção da medida, o Conselho citou o estado de emergência em saúde pública de âmbitos internacional e nacional. E destacou, ainda, a recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) para que os países redobrem o comprometimento para conter a pandemia do coronavírus.

Ao mesmo tempo, a medida também leva em consideração o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19, assim como a excepcionalidade e a necessidade de ampliação de postos de vacinação em todo o Brasil.

Receba nossas notícias por e-mailCadastre aqui seu endereço eletrônico para receber nossas matérias diariamente

A resolução pontua que a autorização é aplicável aos farmacêuticos habilitados em aplicação de injetáveis e que têm inscrição no Conselho, conforme atesta no texto do documento:

“Art. 1º - Fica autorizado ao farmacêutico inscrito no Conselho Regional de Farmácia, com habilidade em aplicação de injetáveis, em participar da campanha de vacinação contra a Covid-19, realizada por instituições públicas ou privadas”.

A autorização está em vigor desde a data de publicação da resolução e é válida para todo o território nacional.

publicidade inserida(https://www.ictq.com.br/curso-de-farmacia)

Medida já era esperada por classe farmacêutica

Embora a resolução seja recém-aprovada, a iniciativa não surpreendeu os profissionais farmacêuticos, que já esperavam por essa mudança.

Em recente entrevista à equipe de reportagem do ICTQ - Instituto de Pesquisa e Pós-Graduação para o Mercado Farmacêutico, o farmacêutico Mikael Flambertto defendeu que os profissionais da classe seriam essenciais para ajudar na imunização contra a Covid-19 no País.

Na ocasião da entrevista, o Brasil sequer tinha iniciado a campanha de vacinação. No entanto, Flambertto foi categórico ao pontuar que não demoraria muito para que os farmacêuticos habilitados fossem recrutados para atuar na futura imunização nacional.

“Acredito que se os farmacêuticos estiverem capacitados, eles poderão dar um respaldo enorme na imunização da população. Eles deverão, inclusive, trabalhar como vacinadores na campanha do Calendário Nacional de Imunização ou em outras iniciativas que, com certeza, irão surgir, porque o Ministério da Saúde (MS) vai precisar bastante”, disse o especialista, que também ministra aulas no Programa de Habilitação de Farmacêuticos em Vacinação do ICTQ.

Participe também: Grupos de WhatsApp e Telegram para receber notícias farmacêuticas diariamente..

Obrigado por apoiar o jornalismo profissional

A missão da Agência de notícias do ICTQ é levar informação confiável e relevante para ajudar os leitores a compreender melhor o universo farmacêutico. O leitor tem acesso ilimitado às reportagens, artigos, fotos, vídeos e áudios publicados e produzidos, de forma independente, pela redação da Instituição. Sua reprodução é permitida, desde que citada a fonte. O ICTQ é o principal responsável pela especialização farmacêutica no Brasil. Muito obrigado por escolher a Instituição para se informar.

Veja mais materias sobre:

Farmacêutico, coronavírus, Covid-19

Atendimento

Atendimento de segunda a quinta-feira das 08:00h às 18:00h e sexta-feira das 08:00h às 17:00h (Exceto Feriados).

Telefones:

  • 0800 602 6660
  • (62) 3937-7056
  • (62) 3937-7063

Whatsapp

Endereço

Escritório administrativo - Goiás

Rua Benjamin Constant, nº 1491, Centro, Anápolis - GO.

CEP: 75.024-020

Escritório administrativo - São Paulo

Rua: Haddock Lobo, n° 131, Sala: 911, Cerqueira César.

CEP: 01414-001 , São Paulo -SP.

Fale conosco

PÓS-GRADUAÇÃO - TURMAS ABERTAS