4 áreas de atuação do farmacêutico em saúde estética

4 áreas de atuação do farmacêutico em saúde estética

A saúde estética é uma área que, cada vez mais, cresce no Brasil e, com isso, amplia as oportunidades para profissionais farmacêuticos que buscam outros ramos de atuação na carreira. Público consumidor e oportunidade não faltam, afinal, o mercado da beleza movimenta, por ano, cerca de R$ 42,6 bilhões de reais.

Os dados são da Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec). Esse indicador sinaliza o quanto a estética abre espaço para a atividade do farmacêutico, em diferentes campos de atuação.

Como se sabe, conforme previsto nas resoluções 573/13, 616/15 e 645/17, o Conselho Federal de Farmácia (CFF) regulamentou a saúde estética como área de atuação do farmacêutico. No entanto, cabe destacar, a atividade só é permitida mediante curso livre de formação profissional ou de especialização lato sensu em saúde estética, reconhecidos pelo CFF e Ministério da Educação.

Mas quais campos o profissional farmacêutico pode atuar dentro da estética? Confira a seguir quatro diferentes áreas:

1 - Assistência Farmacêutica em dermocosméticos

Na assistência farmacêutica de dermocosméticos, o farmacêutico qualificado atua orientando os pacientes sobre os produtos utilizados em tratamentos destinados para combater patologias da pele, prestando a devida atenção farmacêutica aplicada à estética.

Essa atuação se dá porque o profissional tem conhecimentos específicos em temas como fisiologia, bioquímica, formulações, entre outros, que lhe permitem identificar a disfunção estética do paciente, assim como o biotipo da pele e o produto ideal para atender à necessidade dele, e assim, propor o tratamento estético correto.

A assistência vai desde a anamnese farmacêutica, dispensação e até mesmo a prescrição de dermocosméticos.

Em aula da pós-graduação em Farmácia Clínica e Prescrição Farmacêutica do ICTQ – Instituto de Pesquisa e Pós-Graduação para o Mercado Farmacêutico, o professor Alipio Carmo destaca a importância do profissional em entender o que o paciente busca com determinado tipo de produto ao chegar à farmácia, pois, um mesmo dermocosmético pode ter resultados diferentes em cada pessoa, dadas as suas particularidades de tipo cutâneo ou capilar. Além disso, uma indicação de produto incorreto pode trazer sérias lesões aos pacientes.

“Nós temos que ter consciência, como farmacêuticos, o que estamos usando, o que pode ser usado e como deve ser usado, para entender como funciona todo esse processo”, explicou Carmo.

Cabe ressaltar que o farmacêutico habilitado em prescrição pode receitar produtos em casos de dermatomicoses simples, dermatites, acne, manchas de pele, desidratação de pele, tratamentos para a manutenção da pele, antienvelhecimento, entre outros.

2 - Regulação sanitária com dermocosméticos

Já para os profissionais que desejam atuar na regulação sanitária, a estética também tem espaço. Nesse caso, o profissional lidará diretamente com o campo de Assuntos Regulatórios.

Ele contribuirá para que a companhia atenda todas as diretrizes dos órgãos sanitários para regular o dermocosmético ou cosmético no mercado. Ou, em outros casos, poderá atuar dentro dos próprios órgãos reguladores, como na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Receba nossas notícias por e-mailCadastre aqui seu endereço eletrônico para receber nossas matérias diariamente

Nessa área o farmacêutico necessita ter múltiplas habilidades, assim como aptidão para realizar tarefas administrativas, conhecimentos aprofundados em legislação sanitária nacional e internacional e capacidade de negociação, liderança, comunicação e gestão.

A atuação pode ser em diferentes campos, como nas indústrias farmacêuticas, em empresas de logística farmacêutica, com consultorias especializadas; na própria Anvisa e na Vigilância Sanitária de estados e municípios (Visa).

Vale lembrar que, dada à sua complexidade, a carreira farmacêutica especializada em regulação sanitária de indústrias, distribuidoras e empresas do varejo farmacêutico é uma das mais valorizadas pelo mercado de trabalho.

3 - Registro de dermocosméticos

Outra importante área de atuação é o registro de dermocosméticos. Nesse caso, o profissional tem amplo espaço de atuação, pois atua desde a fase pré-registro, do registro em si e na pós-registro.

A atuação consiste em fazer todas as atividades para que um novo dermocosmético tenha o registro liberado para a produção, uso e comercialização pela Anvisa.

Sendo assim, é necessário apresentar à Agência todos os documentos técnicos e administrativos para pleitear o pedido de registro. Logo, para isso, o farmacêutico precisa conhecer sobre os procedimentos de registro, saber quais produtos podem ter registro e entender os fluxos para registro de produtos dermocosméticos na Anvisa.

4 - Procedimentos estéticos não invasivos

A realização de procedimentos estéticos não invasivos é outra área de atuação que o farmacêutico esteta tem amplo espaço para atuação.

Nesse caso, é importante destacar que a Resolução 616/15, do CFF, definiu os requisitos técnicos para o exercício da profissão e atribuiu ao farmacêutico esteta recursos terapêuticos invasivos não cirúrgicos.

Dessa forma, as possibilidades de tratamento que podem ser realizadas pelo farmacêutico são inúmeras, como por exemplo: criolipólise, peelings químicos e mecânicos, agulhamento e microagulhamento estético, toxina botulínica, preenchimentos dérmicos, entre outros.

O especialista em Farmácia Estética e Análises Clínicas e coordenador da pós-graduação em Farmácia Estética Clínica do ICTQ, Pedro Sousa, lembra que os procedimentos mais procurados são aqueles que estão em evidência na mídia e, principalmente, aqueles que os influencers estão realizando. No entanto, ele ressalta a importância do farmacêutico ao propor o tratamento mais indicado para a necessidade de cada paciente.

“É sempre importante, e cabe ao profissional farmacêutico habilitado, pensar de forma múltipla para o tratamento dessa disfunção estética”, explicou Sousa.

Saiba mais sobre atuação do farmacêutico com dermocosméticos

A atuação do farmacêutico no campo de dermocosméticos é um dos temas estudados pelos alunos da pós-graduação em Farmácia Clínica e Prescrição Farmacêutica do ICTQ.

Em aula, o professor Alipio Carmo contextualiza sobre o campo da Cosmetologia, explicando as definições de cosméticos, dermocosméticos, além de aprofundar nos estudos sobre a pele, tipos de pele e os diferentes tipos de tratamentos que são utilizados para atender às necessidades dos pacientes, levando a eles a melhor assistência, de forma segura e eficaz às suas necessidades.

De forma objetiva e com exemplos práticos, o farmacêutico aprende como se dá a atuação, em especial, na prescrição de dermocosméticos ao paciente.

Confira, abaixo, um dos vídeos que fazem parte do curso oferecido pelo ICTQ.

Participe também: Grupos de WhatsApp e Telegram para receber notícias farmacêuticas diariamente..

Obrigado por apoiar o jornalismo profissional

A missão da Agência de notícias do ICTQ é levar informação confiável e relevante para ajudar os leitores a compreender melhor o universo farmacêutico. O leitor tem acesso ilimitado às reportagens, artigos, fotos, vídeos e áudios publicados e produzidos, de forma independente, pela redação da Instituição. Sua reprodução é permitida, desde que citada a fonte. O ICTQ é o principal responsável pela especialização farmacêutica no Brasil. Muito obrigado por escolher a Instituição para se informar.

Atendimento

Atendimento de segunda a quinta-feira das 08:00h às 18:00h e sexta-feira das 08:00h às 17:00h (Exceto Feriados).

Telefones:

  • 0800 602 6660
  • (62) 3937-7056
  • (62) 3937-7063

Whatsapp

Endereço

Escritório administrativo - Goiás

Rua Benjamin Constant, nº 1491, Centro, Anápolis - GO.

CEP: 75.024-020

Escritório administrativo - São Paulo

Rua: Haddock Lobo, n° 131, Sala: 911, Cerqueira César.

CEP: 01414-001 , São Paulo -SP.

Fale conosco

PÓS-GRADUAÇÃO - TURMAS ABERTAS