Como o farmacêutico pode se lançar no mercado de estética

Como o farmacêutico pode se lançar no mercado de estética

O mercado em saúde estética está em alta expansão no Brasil. Independente dos tempos de crise, os gastos com beleza e autoestima fazem parte do orçamento dos brasileiros. O País é o terceiro no mundo – atrás somente de Estados Unidos e China – que mais consome estética. Claro que essa é uma excelente oportunidade de negócio.

Para os que estão pensando em se lançar nesse mercado, que oferece, inclusive, maior autonomia profissional e financeira, é importante ter em mente alguns direcionamentos.

O especialista em Farmácia Estética e Análises Clínicas e coordenador da pós-graduação em Farmácia Estética Clínica do ICTQ – Instituto de Pesquisa e Pós-Graduação para o Mercado Farmacêutico, Pedro Sousa, acredita que, assim como em toda área específica da profissão farmacêutica, o profissional deve ter afinidade com ela.

“A área da estética é bastante ampla, em constante ascensão, não sofre grandes interferências em crises, mas requer paixão e ética profissional. Acho que a dica principal para quem quer adentrar nesse mercado é ter em mente a importância de realizar procedimentos que sejam baseados em evidências científicas. Esse é sempre um excelente diferencial”, garante Sousa.

Para o farmacêutico consultor de empresas e professor do ICTQ especialista em gestão e marketing, Leonardo Doro Pires, o primeiro passo que o farmacêutico precisa dar é conhecer e estudar o segmento, para isso é importante fazer uma pesquisa de mercado, conhecer as empresas que já estão abertas na área, pelo menos na região onde se pretende atuar, e fazer uma pesquisa primária com potenciais clientes.

“O farmacêutico pode elaborar um questionário e aplicar próximo a uma farmácia de grande volume ou contratar uma empresa para fazer isso. Ele também pode contar com apoio do Sebrae, que possui ferramentas muito importantes e consultorias que podem ajudá-lo a se inserir nesse ramo”, fala Pires.

Especialização é imprescindível

Os professores concordam que uma especialização na área, mais do que essencial, é obrigatória. Para que os farmacêuticos possam trabalhar com estética, eles precisam ter um diploma de um curso de especialização reconhecido pelo Ministério da Educação e, com isso, solicitar a habilitação no Conselho Regional de Farmácia (CRF) da sua região.

A saúde estética é um mercado de muita tecnologia, que avança constantemente, e além da especialização, durante toda a vida útil do negócio, é também importante que o profissional faça vários cursos de aperfeiçoamento. As inovações surgem quase que mensalmente.

Receba nossas notícias por e-mailCadastre aqui seu endereço eletrônico para receber nossas matérias diariamente

Atenção às inovações

Visto que as inovações são praticamente mensais, a forma de se manter atualizado, segundo Pires, é com contato direto com fornecedores, com assinatura de revistas específicas do setor e acompanhando feiras – a feira mais famosa existente no Brasil é a FCE Cosmetique.

A Exposição Internacional de Tecnologia para a Indústria Cosmética é a principal plataforma de negócios do setor na América Latina e a única feira que abrange todas as etapas da cadeia produtiva da indústria, apresentando desde a matéria-prima, embalagens, maquinários até acessórios, fragrâncias e serviços.

A feira é uma plataforma multifuncional com foco em relacionamento, negócios e conteúdo, para não deixar os mercados farmacêutico e cosmético sem um evento para impulsionar a economia.

publicidade inserida(https://www.ictq.com.br/pos-graduacao)

Mídias sociais

“As mídias sociais abriram uma porta muito importante, tanto para a venda como para a compra de produtos e serviços. Nelas você consegue encontrar sempre ótimos profissionais, que ministram cursos, fazem lives gratuitas, compartilham conhecimento científico, por isso eu acho importante que os profissionais de estéticas façam sempre uma boa e saudável rede de colegas e profissionais que são referências nos assuntos que mais agradam”, destaca Sousa.

Além disso, o professor também lembra que se tem uma ampla e constantemente atualizável fonte de pesquisa científica de fácil acesso na internet. Não existe a possibilidade de inovação em ciência sem a publicação científica, então, sempre que forem lançadas novidades em determinado assunto é importante acessar as bases científicas para saber se aquela nova estratégia lançada realmente vai funcionar na prática.

Marketing

Empresa especialista em marketing digital, a Othila divulga que, cada vez mais, a tendência é criar conteúdos atrativos e que gerem engajamento e interação. As publicações mais leves, com um tom mais informativo e menos de venda direta, têm sido as que mais são aceitas pelo público.

Para se destacar no mercado de estética e beleza, é preciso criar um relacionamento com o consumidor, e torná-lo mais próximo de sua marca. Quando isso acontece, a empresa não precisa mais ‘bombardeá-lo’ com conteúdos de venda direta, porque ele próprio vai solicitar seus produtos e serviços. E melhor, servirá de referência e indicação para que outras pessoas também sejam fiéis à sua marca.

“Os principais diferenciais para se lançar no mercado de farmácia estética são qualificação profissional e um trabalho de marketing muito assertivo, direcionado ao público-alvo. Hoje, a melhor ferramenta que temos para essa área de estética é o Instagram. O profissional tem que dominar e utilizar essa ferramenta como força de marketing ou tem que contratar uma agência que consiga entregar esse trabalho para ele”, assegura Pires.

Em vez de falar para o público quais são os preços dos seus tratamentos e a localização das suas unidades, tente falar sobre dicas para a pele do consumidor no verão ou sobre marcas de creme hidratante que foram aprovadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Esses conteúdos são relevantes e, com eles, seu público não irá apenas comprar sua marca, ele irá te acompanhar e se identificar com seu negócio.

De acordo com Sousa, no mercado da estética se trabalha com o público, por isso é muito importante ter uma boa comunicação, ser capaz de traduzir o científico para o compreensível pelos clientes, estar sempre atualizado em novos protocolos, gastar um tempo lendo artigos científicos de alto impacto para gerar novas ideias de tratamento, além de investir em imagem e marketing digital.

“É por isso que na pós-graduação em Farmácia Estética Clínica do ICTQ incluímos uma disciplina de Gestão e Marketing Digital, que são pontos cruciais para a solidificação do profissional farmacêutico na estética”, conta o professor.

Público-alvo

Para se destacar no mercado de estética e beleza, é preciso conhecer e definir bem seu público-alvo. Ele é fundamental para o sucesso da sua empresa. É por meio dele que se irá determinar fatores fundamentais para seu negócio como o valor da tabela de preços, procedimentos a serem oferecidos, canais de atendimento, formas de pagamento, além do tipo de divulgação a ser feito em seu negócio.

“Eu indicaria foco em todos os públicos, mas estratificando as ações de marketing. Teríamos um marketing estratificado, voltado para o público feminino, outro para o público masculino, outro para a terceira idade. A estratificação não estará no seu negócio, mas na estratégia de comunicação utilizada. Você vai impulsionar mensagens, estratificando para atingir especificamente cada público-alvo”, sentencia Pires.

Para Sousa, é interessante que o farmacêutico esteta saiba fazer um pouco de tudo, principalmente no início da carreira. Dessa forma há menos chances de perder clientes. Claro que, com o passar do tempo, as coisas acabam caminhando para o lado que mais agrada o profissional, então a especialização em áreas específicas da estética acaba sendo bastante comum. Há profissionais que gostam mais de estética facial, outros da estética corporal, contudo, é fundamental o conhecimento multidisciplinar e, claro, ter condições para atender à multiplicidade dos públicos, sem diferenciação.

As mulheres são quase sempre o público majoritário nas clínicas de estética e elas estão começando a se cuidar cada vez mais cedo, tendo em vista que se está tentando mudar uma cultura incentivando as pessoas a realizar procedimentos preventivos, em vez de começar a tratar quando o problema já está instalado.

“Por outro lado, os homens estão comprando muito mais estética do que antigamente, por isso é importante ter procedimentos e ambiente que acolha esse novo nicho de pacientes, que é crescente. Eu não me sinto confortável em dizer que o profissional deva focar em público A ou B. Acho que devemos estar preparados para acolher todos os pacientes que desejam se cuidar e se sentir melhor consigo mesmo”, conclui Sousa.

Participe também: Grupos de WhatsApp e Telegram para receber notícias farmacêuticas diariamente..

Obrigado por apoiar o jornalismo profissional

A missão da Agência de notícias do ICTQ é levar informação confiável e relevante para ajudar os leitores a compreender melhor o universo farmacêutico. O leitor tem acesso ilimitado às reportagens, artigos, fotos, vídeos e áudios publicados e produzidos, de forma independente, pela redação da Instituição. Sua reprodução é permitida, desde que citada a fonte. O ICTQ é o principal responsável pela especialização farmacêutica no Brasil. Muito obrigado por escolher a Instituição para se informar.

Atendimento

Atendimento de segunda a quinta-feira das 08:00h às 18:00h e sexta-feira das 08:00h às 17:00h (Exceto Feriados).

Telefones:

  • 0800 602 6660
  • (62) 3937-7056
  • (62) 3937-7063

Whatsapp

Endereço

Escritório administrativo - Goiás

Rua Barão de Cotegipe nº 266, 6º andar, Caied Tower - Centro - Anápolis/GO CEP

CEP: 75025-010

Fale conosco

PÓS-GRADUAÇÃO - TURMAS ABERTAS