Viagra no verão? Homens estão usando o medicamento para impressionar de sunga na praia

Viagra no verão? Homens estão usando o medicamento para impressionar de sunga na praia

No último dia do ano de 2019, algumas pessoas causaram polêmica nas redes sociais, e a discussão foi parar nos Trending Topics do Twitter. Tudo começou após a revelação de alguns homens que admitiram fazer uso de viagra para ficar com o pênis semiereto e impressionar de sunga na praia.

“Alguns gays Ipanemers (de Ipanema) malham antes de ir à praia para manter os músculos inchados e tomam 1/4 de viagra para ficar 'meia bomba' o tempo todo, e chamar atenção no litoral. Que desespero, meu pai amado”, disse um internauta.

Apesar de muitas pessoas chamarem a atenção para os riscos de tomar o medicamento sem prescrição médica, supreendentemente, houve muitos comentários que minimizaram a situação.  “Não se retoca a maquiagem toda vez que vai ao banheiro? Qual o problema disso gente?" questionou uma moça na web, relacionando a maquiagem à automedicação.

A polêmica levantou um alerta sobre o uso inadequado e de forma irresponsável dos medicamentos destinados para o tratamento de disfunção erétil [referência, similares e genéricos]. Afinal, esses produtos só podem ser utilizados com prescrição médica e orientação do profissional farmacêutico.

Até mesmo na bula do produto são relatados casos de pacientes que sofreram eventos cardiovasculares graves, como infarto do miocárdio, morte súbita cardíaca, arritmia ventricular, hemorragia cerebrovascular e ataque isquêmico transitório devido ao uso inadequado do composto químico.

Segundo o diretor de medicina reprodutiva masculina e cirurgia da Stanford Health Care, Michael Eisenberg, tomar o viagra sem orientação médica pode ser uma atitude perigosa. “Nunca é uma boa ideia usar um medicamento prescrito sem a prescrição", explica o médico. Ele complementa: “Há riscos e efeitos colaterais desse produto, há condições médicas que podem ocorrer, e o uso inadequado pode gerar consequências graves".

Quem pode tomar viagra?

O sildenafila, comercializado, primeiramente, com o nome de viagra pela farmacêutica Pfizer, pode ser muito útil para homens com disfunção erétil. No entanto, o próprio laboratório, responsável pelo produto, chama a atenção para algumas restrições sobre o seu uso.  

Vale ressaltar que o medicamento é recomendado apenas para homens, maiores de 18 anos, que estejam com problema de impotência sexual. Na bula do produto, os efeitos colaterais citados mais comuns são dores de cabeça, náuseas, ondas de calor e tontura. Entretanto, a maioria dos usuários não sente esses sintomas.

Segundo a Pfizer, o uso do viagra não é indicado nos seguintes casos:

- doentes graves do coração ou do fígado;

- pacientes que tenham sofrido derrame há pouco tempo;

- homens com pressão baixa;

- pessoas com a doença retinite pigmentosa; e

- pacientes em tratamento com medicamentos que contenham qualquer forma de óxido nítrico, nitratos orgânicos ou nitritos orgânicos.

Outra orientação é que o paciente deve consultar o médico antes de tomar o produto, caso esteja fazendo uso de outro medicamento, ou em situações que sofra de doenças como úlceras estomacais, hemofilia, leucemia ou anemia falciforme.

Um alerta importante é que, segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), existem muitos produtos, atualmente, falsificados sendo comercializados como viagra nas redes sociais e em sites na internet. Por isso, é recomendado que, após a indicação, o paciente procure um profissional farmacêutico, que poderá passar informações de uso e confirmar a procedência do medicamento.

Atendimento

Atendimento de segunda a quinta-feira das 08:00h às 18:00h e sexta-feira das 08:00h às 17:00h (Exceto Feriados).

Telefones:

  • 0800 602 6660
  • (62) 3937-7056
  • (62) 3937-7063

Whatsapp

Endereço

Escritório administrativo - Goiás

Rua Benjamin Constant, nº 1491, Centro, Anápolis - GO.

CEP: 75.024-020

Escritório administrativo - São Paulo

Rua: Haddock Lobo, n° 131, Sala: 911, Cerqueira César.

CEP: 01414-001 , São Paulo -SP.

Fale conosco

PÓS-GRADUAÇÃO - TURMAS ABERTAS